Conheça a PSICOTERAPIA TRANSPESSOAL, o TARÔ CONEXÃO COM A ESSÊNCIA e as VIVÊNCIAS ENERGÉTICAS (em grupo) por Adriano Rizk.

Acesse: www.psicoterapia-transpessoal.com


segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Cabaré dos Quase-Vivos SOBRE o VENTO

Hoje é dia de finados e por acaso vou escrever sobre um surpreendente espetáculo chamado CABARÉ DOS QUASE-VIVOS, do Grupo Sobrevento .


Esse trabalho não integrou o projeto Teatro nos Parques (como já disse anteriormente, prefiro não comentar sobre os trabalhos do projeto, já que poderia não parecer muito educado de minha parte não falar sobre todos – mas, inevitavelmente, alguns deles em breve figurarão por aqui), entretanto lá houve alguns espetáculos de bonecos.


Inusitadamente, num sábado após mais uma sessão do Teatro nos Parques, convido minha mãe para irmos assistir a um espetáculo que utiliza técnicas de clown. Para minha surpresa, os ingressos estavam esgotados. De lá, vamos para o Sesc tentar ver um novo trabalho do Antunes: ingressos também esgotados. Estou muito cansado e minha vontade é de ir embora pra casa. Depois de ler e reler um guia de espetáculos, encontro o nome do grupo Sobrevento, um daqueles que sempre ouvi falar muito bem, mas que eu ainda não conhecia o trabalho. Parecia interessante, contudo naquele dia eu queria ver atores em cena, não bonecos.


Tendo em vista que minha mãe nunca tinha visto esse tipo de teatro, com muita preguiça, fomos à sede do grupo, localizada próximo ao metrô Bresser, local onde quase não há teatro. Primeira surpresa: o espaço é agradabilíssimo, com ares de “feito a mão”. Ainda oferece uma programação gratuita de espetáculos (pelo que entendi, essa é a proposta mesmo para trabalhos que não são do grupo Sobrevento), mantida pelo Programa de Fomento ao Teatro da Cidade de São Paulo. Na entrada, uma exposição de bonecos que se mistura com a própria história de 20 anos do grupo.


Começa o espetáculo e meu queixo cai: um ambiente de cabaré é criado por atores que, além de assumirem personagens em cena, manipulam uma grande variedade de tipos de bonecos, dando vida aos mesmos de uma forma extremamente delicada, colocando em cheque quem seriam os quase-vivos do título, já que através de uma história aparentemente simples, o público é provocado a todo momento.


Além disso, eu jamais esperava ver uma produção tão bem cuidada: uma luz linda, sonorização, cenário, dramaturgia, direção... Enfim: surpreendente e de graça!


Repito essa coisa do gratuito, pois estou cansado de ouvir pessoas dizerem que não vão ao teatro porque é caro. Além disso, muita gente tem preconceito com o gratuito, pois imagina que espetáculo bom tem que cobrar ingresso. Isso me remete à propaganda daquele biscoito que “vende mais porque é fresquinho ou é fresquinho porque vende mais”.


Minha mãe adorou e, para mim, o melhor termômetro que existe para a avaliação de um bom espetáculo é quando pessoas que não são profissionais de teatro, além de gostar, saem encantadas com o trabalho.


FICHA TÉCNICA

CRIAÇÃO: Grupo Sobrevento. TEXTO: Luiz André Cherubini e Sandra Vargas (história das marionetes livremente inspirada no Conto de Ninar de Molnár Ferenc). DIREÇÃO: Luiz André Cherubini. ATORES-MANIPULADORES: Grupo Sobrevento - Sandra Vargas, Anderson Gangla, Maurício Santana e Luiz André Cherubini. MÚSICOS: Pedro Paulo Bogossian (piano), Rodrigo Gonzales (bateria) e Micaela Marcondes (violino). CONTRA-REGRA: Agnaldo Souza. ILUMINAÇÃO: Renato Machado. COMPOSIÇÃO, ARRANJOS E DIREÇÃO MUSICAL: Pedro Paulo Bogossian. CENÁRIO E FIGURINO: Márcio Medina. CONSTRUÇÃO DO CENÁRIO: Fernando Brettas. COREOGRAFIA: Paulo Branco. PREPARAÇÃO VOCAL: William Guedes. ASSESSORIA DE MÁGICA: Volkcane. CONCEPÇÃO DOS BONECOS: Grupo Sobrevento. CONFECÇÃO DOS BONECOS: Grupo Sobrevento e Agnaldo Souza. CONFECÇÃO DAS ROUPAS DOS BONECOS: José Batista e Neli Kosak. PINTURA DOS BONECOS: Léia Izumi. PROGRAMAÇÃO VISUAL: Marcos Corrêa e Luciano Pessoa. DIREÇÃO DE PRODUÇÃO: Grupo Sobrevento. PRODUÇÃO EXECUTIVA: Lucia Erceg. ESTAGIÁRIOS: Elis Garcia, Fabiana da Silva, Giuliana Pellegrini, José Elias Gomes de Souza “Tico”, Léia Izumi, Marcelo Lima de Oliveira, Leonardo Vinícius F. Melo, Paulo Franco, Sirley Alves de Lima, Rayanne Cacciollare, Edson dos Santos, Viviane Cavalcanti, Sheila Alencastro e Valmir Ferreira Santos. FOTOS: Lenise Pinheiro.

Infelizmente, a temporada acabou ontem. Mas, vale visitar o site do Grupo Sobrevento para conferir sua programação (nessa semana estreia um novo espetáculo) : www.sobrevento.com.br . ESPAÇO SOBREVENTO: R. Coronel Albino Bairão, 42 – Belenzinho (a duas quadras do Metrô Bresser-Moóca), São Paulo - SP